Uma estratégia de progresso em 10 princípios

Uma estratégia de progresso em 10 princípios

2020-01-21

Uma estratégia de progresso em 10 princípios

Numa altura onde por norma se fecha o ano transacto e se define a estratégia para o que está a começar é importante, além de ter um propósito bem definido, saber como vamos materializar a nossa estratégia e garantir que temos progresso. Estas directrizes fundamentais podem ajudá-lo a remodelar a sua organização de acordo com a sua estratégia de negócios.
A introdução num fabricante mundial de electrónica de uma nova linha de dispositivos de comunicação para o mercado asiático exigiu a reorientação das suas funções de vendas, marketing e suporte. A migração para aplicativos de negócios baseados na “nuvem” exigiu mudanças na organização de TI. No total reorganizou-se seis vezes em 10 anos. Parecia viver num estado perpétuo de reorganização.
De repente, no entanto, a empresa encontrou-se diante de um desafio diferente. Devido às novas tecnologias que entraram na sua categoria e a uma mudança radical nas expectativas dos clientes o CEO decidiu mudar de um modelo de negócios baseado em produto para um centrado no cliente. Isso significou mais uma reorganização, mas essa seria diferente. Tinha de ir além de mudar as linhas e as caixas num organograma. Isso teria que mudar os blocos de construção mais fundamentais da empresa: a forma como as pessoas na empresa tomavam decisões, adoptavam novos comportamentos, desempenho recompensado, concordar em compromissos, gestão da informação, sentido dessa informação, atribuição de responsabilidade e de relacionamento. Não só a equipa de liderança não tinha um plano completo - eles não sabiam por onde começar – como precisava de saber por onde começar.
Esta situação está a tornar-se mais típica. Muitos CEO já anteciparam interrupções significativas nos seus negócios nos próximos cinco anos como resultado das tendências globais. Como os CEO procuram manter-se à frente dessas tendências, eles reconhecem a necessidade de mudar o design da organização. Mas para que o redesenho seja bem-sucedido uma empresa deve fazer as suas mudanças de forma tão eficaz e eficiente quanto possível de forma a alinhar com sua estratégia, motivar e envolver os funcionários, criar capacidades distintas e facilitar a atracção de novos e antigos clientes.
Embora cada empresa seja diferente e não exista uma fórmula definida para determinar o design apropriado para a sua organização, há 10 princípios orientadores que se aplicam a todas as empresas. Estes princípios fundamentais apontam o caminho para líderes cujas estratégias exigem um tipo de organização diferente daquela que hoje têm:
1. Declare amnistia ao passado.
2. Design com "DNA".
3. Corrija o organograma no fim, não no início.
4. Aproveite ao máximo os melhores talentos.
5. Concentre-se no que pode controlar.
6. Promova a responsabilização.
7. Benchmark com moderação, se for de todo.
8. Deixe as "linhas e caixas" encaixarem-se na finalidade da sua empresa.
9. Acentue o informal.
10. Baseie-se nos seus pontos fortes.
Embora não seja prático para um CEO gerir os detalhes do dia-a-dia, o líder principal de uma empresa deve estar constantemente presente para trabalhar com as principais questões e alternativas, concentrar a equipa no futuro e ser responsável pela transição para a nova organização. O director executivo também dará o tom para actualizações futuras: mudanças na tecnologia, preferências do cliente e outros interruptores testarão continuamente o seu modelo de negócios.
Estes 10 princípios fundamentais podem servir de guia para qualquer reorganização, grande ou pequena. Armado com estas lições colectivas poderá evitar erros em comum e entrar no plano certo para o seu negócio.
Tem, na sua empresa, aplicados os 10 princípios de reestruturação de uma organização ou está preparado para os aplicar?
Lembre-se que o hoje é o amanhã sobre o qual se preocupou ontem e que que “A melhor maneira de nos prepararmos para o futuro é concentrar toda a imaginação e entusiasmo na execução perfeita do trabalho de hoje” – Dale Carnegie, por isso aceite o desafio
Start, Go, Walk, Run, Drive...
Até daqui a duas semanas

Ver todas

Últimas

Contactos


T. Rua Comandante Rocha e Cunha, Nº 4, 3800-136 Aveiro, Portugal

234 351 145