Loucos anos 20

Loucos anos 20

2020-01-06

Um século depois temos a oportunidade de voltar a viver os anos 20. Os últimos ficaram designados como loucos. Foram, económica e socialmente, vertiginosos. Um tempo que na altura se pensava ser pós-guerra mas que foi, afinal, somente o intermeio entre dois actos da mesma peça. Ainda hoje essa é uma década de referência nas artes, na sociedade e na indústria que começou bem e acabou mal.
Num início de ciclo há os que perspectivam o pior a curto-prazo e há os optimistas incuráveis que sempre asseguram só poder haver melhor para vir. Os dois podem estar certos. Acredito que 2020 será um ano que terá bons resultados para aqueles que, perspectivando dificuldades, sejam capazes de serem obstinados e perceberem como aumentar a rentabilidade dos seus negócios ao mesmo temo que se preparam para tempos difíceis.
Estes serão aqueles que verão a excelência operacional não somente como uma táctica mas como uma estratégia sob a qual se conseguirão tornar mais robustos. Estarão assim preparados para os desafios vindouros quer porque dominam melhor o seu processo sendo capazes de o direccionar e controlar, (mais leve, mais ágil e financeiramente mais forte), quer porque desta forma ganham capacidade de análise da envolvente e perceberem qual o ajustamento estratégico a fazer para venderem os lenços de papel.
Uns irão pensar somente na estratégia, outros no processo comercial, outros na produção, outros na logística, outros noutra área qualquer. Podem pensar nestas áreas, claro que são importantes mas per si, desgarradas, ficam mais pobres. Precisam de uma base sólida, de uma “cola” que as una e torne a companhia mais coesa e sólida, com a tenacidade necessária para se destacar da concorrência. Essa “cola” é a excelência operacional.
Assim sendo, estando nós no arranque de um novo ano/ciclo, permitam-me que vos deixe um desafio: não pensem na vossa empresa, pensem a vossa empresa. Sejam ‘pull’: ponham-se mentalmente em 2020.12.31 a olhar para trás e desenhem o caminho para lá chegar. Quando nos preparamos para a mudança e tornamos essa a nossa forma de ser e estar tudo se torna mais fácil. Isto é estar à frente do futuro. Façam destes os vossos loucos anos 20.
Não nos esqueçamos que “A melhor maneira de nos prepararmos para o futuro é concentrar toda a imaginação e entusiasmo na execução perfeita do trabalho de hoje” – Dale Carnegie.
Então aceite o desafio
Start, Go, Walk, Run, Drive...
Até daqui a duas semanas.

Ver todas

Últimas

Contactos


Avenida Dr. Lourenço Peixinho, Nº 49, 1º Dto, 3800-192 Aveiro, Portugal

234 351 145